É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.

c-box ~?



Arquivos do blog

textos | trivialidades | tags

lovely babes


K ~ | Debs | Cookies | Anzu


novas postagens
postagens antigas



eu gosto de vanilla

26 de janeiro de 2018 | 0 comentários

eu sonho com nós dois, finalmente juntos, sem ninguém pra nos separar. estando onde finalmente queremos estar.

Eu acabei de sair do trabalho e me sinto muito cansada, foi um dia cheio, estou pensando no que preciso fazer ainda quando chegar em casa, espero que o dia dele tenha sido bom. Quando saio do prédio onde trabalho eu me deparo com ele e meu coração dispara, meus braços, pernas e bochechas se aquecem, é algo que eu tenho, minhas bochechas ficam muito quentes quando eu vejo o homem que eu amo. vou de encontro a ele e ele se abaixa pra me dar um beijo na testa enquanto eu o abraço. é tão gostoso sentir seu cheiro, seu afeto. eu amo tanto estar com ele. depois do abraço nós entramos no carro e vamos pra casa, que fica num lugar mais afastado da cidade, antes disso, passamos num mercadinho e compramos algumas besteirinhas que precisamos para fazer o jantar. pequenos atos de afeto nos une quando estamos em público. o jeito que ele me olha me aquece tanto o coração. eu amo muito segurar sua mão enquanto caminho pelos corredores do mercadinho. só penso em chegar em casa e ficar deitadinha ao seu lado, só curtindo sua presença e sendo embalada pela sua respiração, deitada no seu peito. pensamentos assim é o que mantém a minha sanidade. nós chegamos na nossa casinha e está tudo muito calmo. a noite está muito estrelada porém há bastante vento e o frio me arrepia um pouco, ele circula os braços pelo meu corpo e apoia o queixo na minha cabeça. como eu amo este homem. como eu amo este lugar. eu conquistei tudo o que quis e finalmente me sinto feliz. eu gosto de ser feliz. antes de entrarmos ele me dá vários beijos no rosto e pescoço e me abraça muito forte. sim. eu amo muito ele. chego em casa e me desfaço dos sapatos, de todos os livros que trouxe do trabalho hoje. minhas costas doem muito e ele sabe disso, de hora em hora ele vem e me dá um pouco de massagem e eu não consigo fazer mais do que fechar os olhos e soltar uns suspiros de prazer. eu amo muito suas mãos, seu toque, amo tanto quando se aproxima de mim. começo a fazer parte do jantar, coloco comida para os animais e vou pra banheira, ele faz a outra parte e logo depois se junta a mim... ficamos um bom tempo só nos beijando e conversando sobre trivialidades do dia. sim, é uma boa vida. é um bom sonho. eu gostaria que se realizasse. mas se não, tudo bem, eu tenho doces imagens que me consolam de como nós poderíamos ter sido. meu arrependimento sempre vai me chutar a bunda. eu pelo menos espero que ele consiga essa felicidade, nem que seja um pouco dela. tranquilidade ao lado dele deve ser algo tão gostoso. casa, carinho, amor. seria bom.

Marcadores: