É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.

c-box ~?



Arquivos do blog

textos | trivialidades | tags

lovely babes


K ~ | Debs | Cookies | Anzu


novas postagens
postagens antigas



sem sentido

7 de maio de 2017 | 0 comentários

Eu sinto que há olhos em meus pulsos, que precisam ser arrancados (os olhos, também os pulsos), Eles só olham para mim, atirando punhais com seus olhares, não importa o quanto eu tente evitar minha atenção, eu ainda vejo que eles estão me julgando em todas as minhas fases. Eu tentei ignorá-los, eu até tentei concordar com os olhos, mas não importa o que eu faça, é tudo apenas um pecado. Mas agora eu percebo a resposta que é mais sábia. Então, eu agarrei esta faca em minha mão, e esfaqueei-os nos olhos em meus pulsos, eu perfuro, eu fatio, e esfaqueio como a faca que está finalmente presa, agora os olhos não podem mais ver a essência.

Marcadores: