É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.

c-box ~?



Arquivos do blog

textos | trivialidades | tags

lovely babes


K ~ | Debs | Cookies | Anzu


novas postagens
postagens antigas



flor

1 de fevereiro de 2017 | 0 comentários

dos pés à cabeça os olhos desvendam os martírios e os vícios os espinhos arredios as pétalas delicadas a cor, o laço, o amor, a beleza da vida por inteiro.

Marcadores: