É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.

c-box ~?



Arquivos do blog

textos | trivialidades | tags

lovely babes


K ~ | Debs | Cookies | Anzu


novas postagens
postagens antigas



I want to love you, I'm not enough (#7 trivialidades)

26 de dezembro de 2016 | 0 comentários


Nada suficiente. Eu sou covarde, já fique sabendo por aí. covarde e dependente. não me dê papo ou atenção demais porque eu vou querer toda hora. oh, well. Estou de férias. eu ia começar esse post como mais um dos meus textos sofridos mas decidi mudar, e é isso que eu pretendo fazer em 2017, estou resolvendo algumas coisas relacionadas a minha moradia na cidade vizinha, preciso também encontrar um trabalho, vai ser tudo bem fácil, já que eu estudo pra lá. O que vai ser difícil mesmo vai ser falar com minha mãe, não foi uma nem duas vezes que toquei nesse assunto com ela e ela meio que pirou. Eu quero fazer isso certo, quero morar sozinha, quero crescer... estou animada com tudo isso, mas preciso demonstrar que não já que ela vê tudo isso como um grande abandono. Bem... eu quero mesmo fazer isso.
Já estou de férias há mais ou menos um mês e já mudei pra casa do fundo, aqui é apertado e quente e eu não consigo dormir à noite, muito menos ter minha graciosa privacidade. E nessas férias também me tornei mais próxima de um certo @, ele é tão doce e fofo, acredito estar gostando dele... mas sei lá, parece estar tudo acontecendo muito rápido, eu não quero me precipitar... ele parece se sentir da mesma forma, eu acredito.
Bom, além disso não acredito ter mais alguma novidade... estive procurando emprego desde antes de o verão começar e até agora nada... estou realmente aflita porque preciso de dinheiro. A cidade fica lotada e as ofertas de trabalho aumentam no verão, se não consegui nem ao menos como garçonete, só reforça a minha ideia de mudar... e eu quero tanto fazer isso!

Marcadores: