21 de agosto de 2016

0 comentários
Infelizmente, eu sou dessas que não tem auto estima suficiente para ser feliz sozinha. Sim, eu disse auto estima. Aquele preenchimento que, quando conquistado, te liberta a sentir qualquer coisa - liberdade, desejo, até mesmo amor próprio. Sim, eu preciso de auto estima, para pelo menos ser feliz sozinha. Mas, aonde que fica o poço que transborda auto estima? Talvez seja isso que Carol quer encontrar. E quando encontra, se afunda nesse poço. E nunca mais sai.

Marcadores: