É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.

c-box ~?



Arquivos do blog

textos | trivialidades | tags

lovely babes


K ~ | Debs | Cookies | Anzu


novas postagens
postagens antigas



i don't know

19 de maio de 2016 | 0 comentários


Um cigarro ou um segundo a mais, que diferença faz, se no final das contas tudo não passa de subtração. O seu perfume me dá dor de cabeça, tontura, coriza, tristeza – quando você não está -. Estou confusa sobre tudo, menos sobre o modo como gosto dessa caneta rasgando o papel assim. Feito como quando você olha pra mim e diz qualquer coisa, enquanto arruma o meu cabelo, que é parte da minha bagunça. A verdade é que eu não tenho (nem sei se quero) uma desculpa para te mandar ir embora. E já que você quer vir, que venha agora. Pois eu tenho mais de 24 horas vazias, sem você. Sentir sono e tomar café não funciona pra mim. Não era isso que eu queria dizer, mas agora eu já disse.

Marcadores: