É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.

c-box ~?



Arquivos do blog

textos | trivialidades | tags

lovely babes


K ~ | Debs | Cookies | Anzu


novas postagens
postagens antigas



floresta sonolenta

16 de abril de 2016 | 0 comentários



Acho que esse blog quase nunca será pra relatar coisas boas. . . quase nunca sinto a necessidade de vir aqui quando as coisas correm bem {é raríssimo, mas acontece}, mas quando acontece alguma merda eu sinto a louca vontade de expressar meus sentimentos e pensamentos aqui, já que eu não tenho ninguém com quem conversar, e esses pensamentos nem sempre são bons... mas... o que posso fazer afinal? eu não tenho ninguém com quem falar, ouvir uma resposta {satisfatória} seria bom.
mas acho que esse é a verdadeira função deste blog. aceitar calado qualquer merda que eu venha a escrever, acalmando pensamentos sombrios, antes que eu faça qualquer besteira.

E... apesar de vir aqui pra relatar coisas ruins hpje algo mudou. Não vim dizer nada ruim. mas também nada bom. continua sendo a mesma coisa: eu sendo essa pessoa desconfiada e irreparávelmente sensível. tenho me sentido muito triste, mas isso é o normal de sempre.

Aquela baixa auto estima de sempre que não deixa eu me amar. continuando sendo aquela que não é bonita, não é divertida, não é inteligente, {e aparentemente não está aqui por nenhuma razão} aquela pessoa que não se pode nem chegar a admirar. Não sou como queria ser, mas tão pouco sou como os outros querem que eu seja. por fim... sigo sozinha, sem conseguir me levantar por conta própria, e esses dias têm sido aqueles que eu desejo morrer sem que ninguém note. {alguém notaria se eu morresse?}

Marcadores: